Moçambique com novo equipamento para diagnosticar HIV, tuberculose e malária

12 março 2013

Unitaid diz que método é “rápido e exato”; iniciativa defende métodos modernos para identificar tuberculose multirresistente em zonas rurais.

Manuel Matola, da Rádio ONU em Maputo.*

Moçambique foi palco do lançamento de novas tecnologias para diagnosticar o HIV, a tuberculose e a malária. A Unitaid, uma iniciativa que promove o tratamento das três enfermidades, defende que o método é “rápido e exato”.

Durante a visita ao país, o presidente da Unitaid, Philippe Douste-Blazy, disse que um aparelho desenvolvido como parte do projeto deve fazer o diagnóstico precoce do vírus que causa a Sida.

Inovação

Falando aos jornalistas, em Maputo, o ministro moçambicano da Saúde, Alexandre Manguele, destacou a iniciativa de uso de novas tecnologias para a melhoria dos cuidados de saúde de pacientes em zonas rurais do país.

“A mais importante é a inovação do que fazer na busca de meios financeiros para a busca de serviços de saúde. Ele trouxe-nos essa novidade. Nós não vimos ainda estes aparelhos. É uma manifestação de intenção que nós acolhemos”.

Descentralização

A Unitar refere que a outra vertente do projeto será a introdução, de forma descentralizada, do diagnóstico de pessoas com tuberculose.

A implementação será levada a cabo pela Organização Mundial da Saúde, o Fundo da ONU para a Infância, a Ong Médicos Sem Fronteiras e a Fundação Clinton.

Métodos Modernos

Durante a visita do responsável da iniciativa ao país, foi igualmente anunciada a entrega do equipamento a mais de 100 áreas moçambicanas. O material deve permitir desenvolver métodos modernos de diagnóstico de tuberculose resistente a vários medicamentos.

Desde 2010, a Iniciativa Global de Saúde da ONU já investiu US$40 milhões em Moçambique, permitindo que mais de 25 mil pessoas tivessem acesso ao tratamento de alta qualidade adaptado para o HIV.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud