Entrevista: Lola Castro

11 fevereiro 2013

A chefe da equipa humanitária que apoia as vítimas das cheias em Moçambique fala da necessidade da ajuda de emergência, após a chegada de fundos do Centro de Assistência de Emergência das Nações Unidas, Cerf.

Em entrevista à Rádio ONU, de Maputo, Lola Castro revelou que a recuperação completa dos milhares de afetados só pode ocorrer nos próximos seis meses, e conta histórias de anfitriões e acolhidos.

O cenário de destruição após as cheias no Chókwé, no sul, que teve mais de 150 mil afetados é descrito nesta conversa, que também aborda os estragos nas províncias da Zambézia e Nampula  no norte.

Os locais estão também a ser alvo das ações do grupo de várias entidades, que também inclui agências da ONU.

Acompanhe a entrevista a Eleutério Guevane.

Tempo total: 7’45”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud