FAO prevê aumento da produção global de cereais em 2013

FAO prevê aumento da produção global de cereais em 2013

Após um trimestre de declínio índice de alimentos estabilizou em Janeiro; agência aponta clima como fator determinante nos preços alimentares.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO indica uma manutenção do preço dos alimentos em Janeiro, após um declínio verificado no trimestre anterior.

O aumento no preço das oleaginosas compensou a redução nas cotações do açúcar e dos cereais, enquanto os valores dos derivados do leite e da carne permaneceram inalterados. O índice para o período estacionou em 210 pontos.

Clima

Para este ano, a perspetiva da agência é de que aumente a produção de trigo. A estimativa é de 4% a 5% de alta nas plantações do cereal na União Europeia, onde as condições do clima têm sido favoráveis.

Já nos Estados Unidos, a seca severa que atinge as planícies do sul, torna as previsões sombrias. A FAO lembra que o clima continua a ser fator determinante no preço dos alimentos.

Revisão

O Índice da FAO é uma medida mensal das alterações dos preços internacionais dos alimentos de primeira necessidade.

Para a agência, a estabilidade do mês passado levou a uma revisão da produção de cereais, influenciada pela safra do milho na China, na América do Norte e em países da Europa. Mas ainda assim, a produção no ano passado deve ter sido 2% menor que em 2011.

*Apresentação: Eleutério Guevane.