Síria: governo e rebeldes cooperaram para entrega de ajuda do Acnur

1 fevereiro 2013

Material de emergência inclui milhares de tendas e cobertores enviados por via aérea; estima-se que mais de 728 mil pessoas fugiram para os países vizinhos.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, disse que a cooperação e negociação com o governo e com a Coligação Nacional Síria, da oposição, permitiu a primeira entrega de ajuda emergência no inverno.

Num comunicado emitido, esta sexta-feira, a agência anunciou o fim da ação em Azzas, uma área no norte da Síria. O processo envolveu também a logística do Crescente Vermelho do país do Médio Oriente.

Acampamentos

O Acnur refere que 3 mil tendas e 15 mil cobertores foram enviados, por via aérea,  à  região que alberga milhares de deslocados internos em acampamentos improvisados. O ponto de partida foi a capital dinamarquesa, Copenhaga.

O material foi descarregado num aeroporto em Latakia, na costa síria, tendo sido posteriormente transportado num comboio de oito camiões para uma área entre Alepo e a fronteira da Síria com a Turquia.

Cadastro

A agência aponta para o aumento progressivo de refugiados nos países vizinhos, com mais de 728 mil civis registados ou a aguardar pelo  procedimento.

O Líbano é o país que mais recebeu sírios até o momento, com cerca de 238 mil. Há também sírios que buscaram abrigo na Jordânia, Turquia, Iraque, Egito e outros países do norte da África.

*Apresentação: Eleutério Guevane.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud