ONU aponta melhorias de acesso da ajuda humanitária no Mali

31 janeiro 2013

Em uma semana mais de 15 mil malianos fugiram do país em meados de Janeiro; agências noticiosas indicam que tropas francesas preparam entrega de centros urbanos recuperados à força africana.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O avanço das tropas em direção ao norte do Mali  permitiu melhorias do acesso da ajuda humanitária ao centro, referiu o Escritório das Nações Unidas de Assistência Humanitária, Ocha. Estima-se que 4,3 milhões de pessoas carecem de ajuda no país da África Ocidental.

De acordo com agências noticiosas, com a recuperação da cidade de Kidal, a última em poder dos rebeldes islamitas, as forças francesas anunciaram a preparação da entrega dos vários centros urbanos, recentemente capturados, ao controlo da força africana.

Soldados

De acordo com as informações das agências, estima-se que 2 mil soldados africanos já estejam no terreno.

No sábado, a ofensiva levada a cabo por soldados da França e do Mali resultou na tomada da cidade de Gao, seguida por Timbuktu na segunda-feira. Após a intervenção, a agência refere que mais tropas conseguiram chegar à região.

Presença

Por seu turno, a ONU está a restabelecer a sua presença permanente em Ségou e Mopti e a reforçar a atuação em Kayes.

Até 17 de Janeiro, mais de 15 mil malianos fugiram do país para Níger, Burkina Fasso e Mauritânia em apenas uma semana, aponta o escritório.

Agências parceiras das Nações Unidas alertaram para o aumento do risco de insegurança alimentar no norte do Mali, onde ocorreram os confrontos entre insurgentes e forças malianas e os seus aliados.

*Apresentação: Eleutério Guevane.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud