Milhares fogem de confrontos no estado sudanês de Jonglei

28 janeiro 2013

Missão da ONU disse estar a acompanhar o evoluir da situação com as autoridades locais, para determinar as causas dos ataques; região é marcada por disputas de gado.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Missão da ONU no Sudão do Sul, Unmis, anunciou que milhares de civis refugiaram-se nas suas instalações, após confrontos ocorridos neste domingo na vila de Pibor, no estado de Jonglei.

Neste momento, a situação está a ser acompanhada juntamente com as autoridades locais, com vista a determinar as causas dos ataques, revelou a missão. Os deslocados estão abrigados em duas bases de apoio.

Assistência

Das cerca de 2 mil pessoas que procuraram abrigo metade permaneceu no local nesta segunda-feira. Outras 400 foram transferidas para instalações anteriormente usadas pela Unmis.

A missão diz que está a distribuir água tratada e a fornecer assistência médica aos civis, enquanto a área é vigiada por tropas que também patrulham as terras em torno da vila.

Disputas

Há vários anos, a região sul-sudanesa é marcada por disputas de gado entre as comunidades Lour Nouer e Murle. As lutas são frequentemente marcadas por ataques retaliatórios.

O Sudão do Sul declarou a sua independência do Sudão a 9 de Julho de 2011, após décadas de guerra civil.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud