Moçambique selecionado para campanha internacional para criança carente

Moçambique selecionado para campanha internacional para criança carente

Iniciativa multiagencial de três anos foi anunciada, esta quinta-feira, em Davos; objetivo é aumentar acesso das crianças à saúde, nutrição e educação em países que incluem o Haiti, o Níger e o Paquistão.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque.*   

Moçambique foi o país africano selecionado para a campanha “Corpo Nutrido, Mentes Nutridas”. A iniciativa foi anunciada, esta quinta-feira, no Fórum Económico Mundial, em Davos, na Suíça.

A ONU intervém no projeto através da sua Organização para Ciência e Cultura, Unesco, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, e o Programa Mundial de Alimentação, PMA.

Educação

A implementação deve ocorrer, igualmente, no Haiti, no Níger e no Paquistão, com o objetivo de melhorar o acesso das crianças à saúde,  nutrição e educação.

O projeto, que tem o apoio do Secretário-Geral da ONU, visa também aumentar a participação das raparigas nas escolas e fornecer toda a assistência possível às adolescentes. A parceria conta também com o setor privado.

Qualidade

Para a diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, o acesso, a qualidade e a equidade devem estar no mesmo nível. Segundo a representante, é necessária mais ação coordenada entre os setores de educação e saúde.

Bokova afirmou que o tema deste ano do Fórum Económico destaca a adaptação a um ambiente frágil e incerto e a capacidade para uma visão ampla e agir na solução de um desafio.

A Unesco defende que haja união em torno dos direitos fundamentais e iniciativas de desenvolvimento, num espírito de parceria e cidadania global.

*Apresentação: Eleutério Guevane.