OMT prevê 1,8 mil milhão de turistas internacionais até 2030

OMT prevê 1,8 mil milhão de turistas internacionais até 2030

Agência destaca que setores de viagens e turismo marcam nova tendência da globalização; agência registou o alcance de 1 mil milhão em 2012.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Organização Mundial do Turismo, OMT, prevê o alcance de 1,8 mil milhão de turistas internacionais até 2030.

Falando no Fórum da Nova Sociedade, na capital espanhola, Madrid, o secretário-geral da agência, Taleb Rifai, disse que as viagens e o turismo marcam a nova tendência da globalização.

Chegadas

O representante afirmou que as economias emergentes devem ultrapassar às mais avançadas em termos de chegadas turísticas até 2015.

O ritmo também deve acelerar ao longo dos próximos 20 anos, com o crescimento ao dobro das economias emergentes em relação às mais avançadas, para uma estimativa de 4,4%.

Exportações

No ano passado, a agência registou o alcance de 1 mil milhão de turistas internacionais. A OMT estima que, no mesmo período, cerca de 5 milhões de pessoas fizeram viagens dentro dos seus países.

De acordo com os dados, atualmente os turistas internacionais geram mais de US$ 1 bilião em exportações para os países de destino. Os visitantes são, igualmente, responsáveis por cerca de 6% das exportações mundiais de bens e serviços.

Impacto

O facto de um em cada 12 postos de trabalho em todo o mundo ser do turismo reforça a crença de que o crescimento do setor tenha impacto na criação de novas oportunidades. As áreas mais beneficiadas são de empregos e pequenas e médias empresas.

Os benefícios citados pela OMT incluem, igualmente, a renovação de áreas urbanas e rurais, a preservação e a promoção da natureza e do património cultural dos países visitados.

Rifai destacou lembrou que, na última década,  uma das tendências importantes no desenvolvimento turístico internacional tem sido o crescimento da economia das nações emergentes, que resultou na redução da pobreza.