Até Junho, 1 milhão de refugiados sírios devem viver nos países vizinhos

22 janeiro 2013

Acnur refere que 640 mil sírios já foram registados no Líbano, na Jordânia, na Turquia, no Iraque e no norte de África; recorde de novas chegadas foi  registado na última quarta-feira.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Os países vizinhos da Síria devem abrigar mais de um milhão de refugiados do país até o fim de Junho deste ano. A informação foi dada, esta terça-feira, em Genebra pelo Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur.

A projeção é baseada em tendências recentes de deslocamento, observadas até 15 de Janeiro. Até à data, cerca de 640 mil sírios foram registados como refugiados no Líbano, na Jordânia, na Turquia, no Iraque e no norte de África.

Registos

A agência prevê ampliar os registos e a assistência financeira emergencial aos refugiados, diante do total considerado dez vezes superior ao registado em Maio do ano passado. O custo das ações deve rondar US$ 1 mil milhão.

No Líbano, são registados diariamente cerca de 1,5 mil refugiados enquanto decorre um plano de aumento da capacidade de campos para  atender à demanda crescente. O recorde de novas chegadas é de 1,8 mil pessoas, cadastradas na última quarta-feira.

Crianças

O Acnur cita um estudo conduzido na Jordânia, no Líbano, no Iraque e no  Egito, revelando que mais da metade da população refugiada é constituída por crianças. Quatro em cada dez têm menos de 11 anos.

Por outro lado, uma em cada cinco famílias é chefiada por mulheres, no grupo de países que, desde o ano passado, acolhe cerca de 90% dos refugiados sírios.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud