Vítimas de conflitos tribais recebem auxílio em Darfur, diz Unamid

Vítimas de conflitos tribais recebem auxílio em Darfur, diz Unamid

Missão defende que confrontos entre tribos Abbala e Beni Hussein fizeram cerca de 100 mortos e 70 mil deslocados; operações logísticas incluem escoltas de segurança para proteger trabalhadores humanitários.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Missão da ONU e da União Africana em Darfur, Unamid, anunciou a distribuição de 44 toneladas de ajuda humanitária urgente para milhares de deslocados em várias áreas do norte da região sudanesa.

Até o momento o apoio, que chegou  por via aérea e terrestre, abrangeu aldeias que no início deste mês viram a situação humanitária deteriorar devido a confrontos entre as tribos Abbala e Beni Hussein.

Minas de Ouro

O conflito foi causado pelas minas de ouro da área de Jabel Amir. Estima-se que as lutas tenham  resultado em 100 mortos e 70 mil deslocados.

Num comunicado, publicado esta segunda-feira, a Unamid destaca a continuação do apoio nos esforços de mediação para reduzir a tensão no local.

Logística

A medida junta-se a operações logísticas com vista à entrega de ajuda, que incluem garantir escoltas de segurança para a proteção dos trabalhadores humanitários.

As áreas abrangidas pelo auxílio foram as aldeias de Saraf Umra, Kabkabya, Abu El Sereif e Gamra, em Darfur Norte. De acordo com a agência, foram entregues artigos não-alimentares como lonas plásticas, colchões, cobertores e equipamentos de purificação de água.

O apoio foi concedido pelo Escritório para a Coordenação de Assuntos Humanitários, Ocha, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, o Escritório das Nações Unidas para Serviços de Projetos, Unops, e o Alto Comissariado para Refugiados, Acnur.