Agência da ONU diz que Síria autorizou distribuição de alimentos BR

Agência da ONU diz que Síria autorizou distribuição de alimentos

Anúncio foi feito pela chefe do Programa Mundial de Alimentos, Ertharin Cousin, após visita à Turquia; medida deve ajudar 2,5 milhões de pessoas.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, informou ter recebido permissão da Síria para iniciar operações de ajuda humanitária, com outras agências internacionais, no país. A decisão do governo deve beneficiar 2,5 milhões de sírios.

De acordo com a diretora-executiva do PMA, Ertharin Cousin, das 110 ONGs sugeridas pelo governo para fazer a distribuição, 44 já foram aprovadas pela agência da ONU.

Crescente Vermelho

A informação foi dada por Cousin após uma visita dela à Turquia, onde estão alojados vários refugiados sírios.

O  PMA acredita que com a autorização, será possível alcançar até 1 milhão de pessoas a mais dos cerca de 1,5 milhão que já estão sendo atendidos pela ONU, pelo Crescente Vermelho e outras agências locais.

As operações humanitárias na Síria estão encontrando barreiras por causa da falta de segurança. Muitas organizações também são pequenas e não atingem todo o território nacional.

Cartão Eletrônico

Em outubro do ano passado, a parceria com o Crescente Vermelho turco permitiu operar um programa de acesso à comida através de um cartão eletrônico.

De acordo com o PMA, o plano é expandir o projeto para apoiar 100 mil refugiados sírios na Turquia já em junho deste ano. Em nível regional, as operações de emergência cobrem as necessidades alimentares de sírios que fugiram para o Iraque, a Jordânia, o Líbano e a Turquia.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.