Entrevista: Minustah mitiga efeitos do terramoto no Haiti

11 janeiro 2013

No Haiti, as forças da ONU “continuam a mitigar efeitos das chuvas e terramotos que assolam o país”, disse o comandante da Missão das Nações Unidas no país, Minustah.

Nesta entrevista à Rádio ONU, de Porto Príncipe, o general Fernando Goulart descreve o acidente natural de 2010 como o “pior na história das Nações Unidas”.

O Brasil contribui com a maior parte da força da missão da ONU no país, que dispõe de uma unidade de engenharia encarregue de reconstrução após a tragédia ocorrida há três anos.

O general Fernando Goulard fala do papel da companhia para recuperar o país, em ações que envolveram a “remoção dos escombros de forma intensa e sem descanso e demolição de prédios danificados”.

Para o papel da força foi essencial para tornar as áreas disponíveis para a transição, fazer chegar água para a população e drenar canais  evitando o risco de inundações.

Goulart aborda ganhos em tarefas como garantir o retorno dos deslocados, melhorar a vida das comunidades e conter a epidemia da cólera.

Acompanhe a entvista a Eleutério Guevane.

Tempo total: 11´44´´.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud