OMS: medidas de prevenção de acidentes poupam milhões

3 janeiro 2013

Boletim da agência revela que €18 bilhões foram poupados em 10 anos em Espanha; custos com perda de produtividade são os mais altos vítimas de acidentes graves.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.* 

O investimento em medidas de prevenção de acidentes nas estradas não só salva a vida de milhares de pessoas, mas também leva a uma economia de milhares de milhões de euros.

A constatação é parte de um estudo realizado pelo governo autónomo da Catalunha, na Espanha, e publicado neste mês, no Boletim da Organização Mundial da Saúde, OMS.

Custos

O estudo revela que €18 bilhões foram poupados em 10 anos e que os custos indiretos como a perda de produtividade são os mais altos para quem sofre um acidente de trânsito com consequências graves.

Em entrevista à Rádio ONU,  de Barcelona, a economista Anna García Altés, da Agência Catalã sobre Informação da Saúde abordou as áreas com o maior número de ganhos.

Impacto

A representante revelou que o primeiro impacto acontece na área de cuidados médicos, pois com menos feridos por acidentes de trânsito, não existem grandes despesas com hospitais, perdas de produtividade e também com a adaptação para uma vida com deficiências físicas.

A pesquisa, que apresenta dados de 2000 a 2010 na Catalunha, indica que políticas de prevenção ajudaram a evitar mais de 26 mil acidentes de trânsito e 2909 mortes, numa década.

O número equivale a menos de metade de óbitos, se comparado ao da década anterior.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud