Ban pronto para ajudar na disputa sobre as ilhas Malvinas ou Falklands
BR

3 janeiro 2013

Porta-voz de Ban Ki-moon disse que oferta, feita pelo Secretário-Geral,  permanece se as duas partes envolvidas quiserem discutir o assunto.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, está pronto para ajudar a resolver a disputa entre a Argentina e a Grã-Bretanha sobre as ilhas Malvinas ou Falklands.

A afirmação foi feita pelo porta-voz de Ban, Martin Nesirky, em entrevista a jornalistas, nesta quinta-feira. Segundo ele, a oferta do Secretário-Geral para ajudar a solucionar a questão continua caso os dois países estejam dispostos a discutir o tema.

Carta

Nesirky afirmou que a embaixadora Maria Cristina Perceval, chefe da Missão Permanente Argentina junto às Nações Unidas, entregou a cópia de uma carta escrita pela presidente Cristina Fernandez de Kirchner ao vice-secretário-geral da ONU, Jan Elliasson.

Segundo agências de notícias, na carta enviada ao primeiro-ministro britânico, David Cameron, e publicada nos jornais do país, com cópia para Ban, Kirchner pede negociações com o governo de Londres sobre as Ilhas Malvinas ou Falklands.

O governo britânico respondeu dizendo que o futuro da ilha pertence aos seus habitantes e não à Argentina.

Guerra

Kirchner disse que o documento coincide com o aniversário de 180 anos da chegada dos soldados britânicos na ilha, em 3 de janeiro de 1833.

A guerra das Malvinas ou Falklands durou 10 semanas, entre abril e junho de 1982.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud