ONU fala de consultas para resolver tensão na República Centro-Africana

3 janeiro 2013

Agências de notícias referem que a coligação de grupos rebeldes teria interrompido a sua ofensiva na capital, Bangui; representante especial do Secretário-Geral mantém diálogo com as partes envolvidas.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas anunciaram que decorrem consultas coordenadas pela representante especial do Secretário-Geral na República Centro-Africana, Margaret Vogt, para resolver a instabilidade no país.

Agências de notícias referem que a coligação de grupos rebeldes teria interrompido a sua ofensiva na capital, Bangui, tendo anunciado a sua participação em negociações de paz.

Rebeldes

De acordo com as informações das agências, o anúncio dos rebeldes Seleka coincide com uma declaração sobre o envio de tropas adicionais feita por países vizinhos.

A Organização lançou um apelo tanto ao Governo como aos rebeldes para que estabeleça um diálogo para evitar a violência e levar a uma resolução pacífica das diferenças respeitando o Acordo de Paz Abrangente Libreville.

Negociações

Falando a jornalistas, o porta-voz do Secretário-Geral anunciou que decorre o diálogo entre a representante especial e as partes envolvidas do país e da região, tendo oferecido apoio para negociações políticas.

A ONU reitera a  declaração do Conselho de Segurança, de 27 de Dezembro, que exorta todas as partes a se abster de quaisquer atos de violência contra civis, ao respeito dos direitos humanos e à busca de uma solução pacífica.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud