Cerca de 34 mil burundeses retornam a partir da Tanzânia em três meses

Cerca de 34 mil burundeses retornam a partir da Tanzânia em três meses

Acnur refere que seis em cada dez são crianças com menos de 18 anos; agência fala de grupos que tentam regressar ao país até 31 de Dezembro,  data limite de repatriamento organizado.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Mais de 34 mil refugiados do Burundi retornaram ao seu país a partir da Tanzânia no último trimestre do ano, referiu o Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur.

Em nota, a A agência destaca que seis em cada dez são crianças com menos de 18 anos, tendo a maioria nascido no exílio.

Acordo

O Acnur fala de vários outros que tentam regressar ao Burundi até 31 de Dezembro, a data limite de repatriamento organizado com o apoio da agência, no âmbito de um acordo que também envolve a Tanzânia e o Burundi.

O Acnur indica que grande parte fugiu da guerra civil no Burundi ocorrida em 1990. O número acresce-se ao meio milhão de burundeses que regressou do exílio desde 2002, com a restauração progressiva da paz no seu país.