ONU condena ataque que matou pelo menos oito em comício no Paquistão BR

ONU condena ataque que matou pelo menos oito em comício no Paquistão

Em nota, Secretário-Geral repudiou o atentado terrorista em Peshawar, noroeste do país; ministro distrital, Bashir Bilour, entre as vítimas fatais; bomba feriu ainda 17 pessoas.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.   

As Nações Unidas condenaram um ataque suicida que matou pelo menos oito pessoas, no sábado, no Paquistão.

O atentado suicida, durante um comício em Peshawar, no noroeste do país, deixou ainda 17 feridos.

Famílias

Entre as vítimas fatais está um ministro distrital, Bashir Bilour.

Em nota, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, expressou pêsames às famílias das vítimas e ao povo paquistanês. Ele afirmou ainda que as Nações Unidas continuam comprometidas no combate ao “flagelo do terrorismo.”

Segundo a mídia paquistanesa, o homem-bomba teria invadido a casa do líder do Partido Nacional Awami, que integra a coalizão do governo.

Ainda de acordo com esses relatos, o Talebã do Paquistão teria assumido a autoria do ataque.