Sudão do Sul: Violência leva milhares a pedir refúgio em base da missão da ONU

20 dezembro 2012

Unmiss aponta chegada de 5 mil pessoas em busca de segurança; violência seguiu-se a protestos  após anúncio da transferência da sede do governo municipal de Wau.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Missão da ONU no Sudão do Sul, Unmiss,  diz ter recebido relatos da continuação de tensões na cidade de Wau com a chegada de cerca de 5 mil pessoas em busca de segurança.

O porta-voz do Secretário-Geral, anunciou o deslocamento de um número significativo de civis para a base da missão, nesta quinta-feira, em busca de proteção. A maioria são mulheres, crianças e idosos. 

Transferência

A onda de violência seguiu-se a protestos, iniciados na semana passada, após o anúncio da transferência da sede do governo municipal de Wau para a vizinha Bagare.

Na quarta-feira, a Unmiss anunciou o envio de capacetes e veículos blindados para proteger aeroporto, além de patrulhar os assentamentos e arredores de Wau.

Os soldados disseram ter observado vários incêndios e grupos de até 300 jovens, munidos de armas brancas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud