ONU celebra sucesso de projeto para aproximar comunidades de Darfur

21 dezembro 2012

Iniciativa vai apoiar negociações com vista ao acesso à terra para agricultores e pastores; estima-se que 2,5 mil famílias tenham colhidas centenas de toneladas de cereais com o apoio da iniciativa.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas salientaram progressos alcançadas por um projeto que visa estimular a coexistência pacífica entre comunidades de agricultores e de pastores na região sudanesa de Darfur.

Estima-se que 2,5 mil famílias tenham beneficiado da colheita de 600 toneladas de cereais. A iniciativa é financiada pelo Fundo Comunitário da Paz e Estabilidade em Kebkabiya, e envolve a Organização da ONU para Agricultura e Alimentação em parceria com organização de caridade local.

Terra

O objetivo é apoiar negociações para o acesso equitativo à terra, que é alvo da competição entre as duas comunidades. O facto de vários elementos das comunidades possuirem armas é visto como fator agravante dos conflitos.

Um outro foco de tensões entre agricultores e pastores é a destruição de culturas causada por animais em busca de alimentos e água. A deslocação de rebanhos de camelos e de gado bovino para o sul, coincide com a época de colheita.

Movimento

Um acordo de líderes tribais e grupos de agricultores e pastores limitou o movimento dos animais até o período a seguir à colheita. Por seu lado, pastores concordaram em alimentar as crias com restos das culturas deixados nos campos.

A FAO defende o investimento adicional no desenvolvimento agrícola regional como chave para um futuro pacífico em Darfur, que recupera do conflito entre forças governamentais, milícias aliadas e rebeldes de 2003/04.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud