Aiea treina professores para ensinar gerenciamento nuclear em universidades BR

Aiea treina professores para ensinar gerenciamento nuclear em universidades

Iniciativa faz parte de um programa conjunto da Agência Internacional de Energia Atômica e do Instituto de Tecnologia Karlsruhe, da Alemanha; objetivo é fornecer mão-de-obra especializada.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Quatorze universidades no mundo vão oferecer, a partir de agora, cursos de especialização em gerenciamento em energia nuclear para atender a demanda do mercado.

A iniciativa da Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea, e do Instituto de Tecnologia Karlsruhe, da Alemanha tem como objetivo implementar um currículo padrão mundial sobre o assunto.

Treinamento

A Aiea determinou que já era o momento de implementar um curso de especialização dada a importância do conhecimento atômico para a geração de energia e suas aplicações em usinas nucleares.

A Agência da ONU e o Instituto alemão convidaram 14 professores de várias universidades espalhadas pelo mundo para serem treinados por especialistas internacionais.

Projeto

O projeto teve início no ano passado com cinco professores de universidades da Croácia, Espanha, México, Rússia e Sérvia.

Como resultado, segundo a Aiea, essas instituições de ensino hoje, implementaram ou estão no processo de criar cursos de mestrado para formar novos profissionais.

O treinamento é fornecido somente a professores de países-membros da agência nuclear. A próxima etapa da iniciativa vai acontecer em julho do ano que vem, na Alemanha.