Ocha quer US$ 144 milhões para ajudar mais de um milhão de haitianos
BR

19 dezembro 2012

O dinheiro vai ser usado como ajuda humanitária para o Haiti em 2013; agências alcançaram avanços desde o terremoto mas dois milhões de haitianos sofrem risco de insegurança alimentar.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Escritório das Nações Unidas de Assistência Humanitária, Ocha, fez um apelo de US$ 144 milhões, equivalente a R$ 290 milhões, para ajudar mais de um milhão de haitianos.

O dinheiro vai ser usado em assistência alimentar e para enfrentar problemas de saúde, como o cólera, e de moradia.

Riscos

A ONU calcula que dois milhões de haitianos corram risco de insegurança alimentar. Mais de 80 mil crianças, com menos de cinco anos, sofrem de má nutrição e precisam de tratamento urgente.

Além disso, mais de 350 mil pessoas vivem em acampamentos onde as condições estão se deteriorando. ONGs, parceiras da ONU em operação no país, temem a volta do cólera e alertam que mais de 100 mil pessoas podem ser infectadas.

Desafios

O coordenador humanitário da ONU para o Haiti, Nigel Fisher, afirmou que as autoridades do governo e das agências humanitárias alcançaram avanços significativos desde o terremoto que atingiu o país, em 2010.

Mas Nigel afirma que existem novos desafios, como a seca e os furacões Isaac e Sandy, que deixaram milhões milhões sem alimentos e sem trabalho.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud