Agência da ONU repudia violência a palestinos na Síria
BR

17 dezembro 2012

Unrwa diz ter dúvidas quanto à capacidade do Governo de Damasco de proteger os 525 mil refugiados palestinos que vivem no país.

Daniela Kresch, da Rádio ONU, em Tel Aviv.

A Agência das Nações Unidas de Assistência a Refugiados Palestinos, Unrwa, divulgou comunicado no domingo condenando os constantes bombardeios ao campo de refugiados de Yarmouk, nos arredores de Damasco, capital da Síria.

Segundo a nota, a agência está acompanhando com “extrema preocupação e muita aflição” as notícias envolvendo o campo, incluindo o que classificou de “imagens horríveis” capturadas pelas agências de notícias de vítimas e destruição.

Fuga a Pé

Segundo a  mídia internacional, milhares de refugiados estão fugindo do local a pé porque a parte central do campo foi alvejada.

Fora isso, há informações sobre constantes combates no sul de Yarmouk.

A Unrwa voltou a alertar para as consequências “arrasadoras e duradouras” do conflito na Síria caso os lados envolvidos não cumpram com suas obrigações de proteger e respeitar os refugiados palestinos.

A agência pediu aos 525 mil refugiados palestinos da Síria que mantivessem a neutralidade para não se envolver no conflito, mas, segundo o comunidado da Unrwa, os recentes eventos levantam dúvidas sobre a estabilidade e proteção desses refugiados no país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud