Nações Unidas marcam Dia Internacional dos Migrantes
BR

18 dezembro 2012

Mundo tem mais de 214 milhões de pessoas que vivem fora de seus países de origem; segundo Ban, muitos setores da economia dependem de trabalhadores migrantes.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU de Nova York.

As Nações Unidas marcam neste 18 de dezembro o Dia Internacional dos Migrantes. Em todo o mundo, mais de 214 milhões de pessoas vivem fora de seus países de origem.

Em mensagem sobre a data, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, lembrou que muitos fogem de situações difíceis e acabam enfrentando desafios ainda maiores, como discriminação e pobreza.

Meninas e Mulheres

Para Ban, os migrantes precisam de apoio para ajudar a sociedade onde se encontram.

O tema de migração tem atraído, cada vez mais, a atenção da comunidade internacional.

Em 2013, a Assembleia Geral irá realizar o segundo Diálogo de Alto Nível sobre Migração e Desenvolvimento. Um dos tópicos será a proteção dos direitos de meninas e mulheres migrantes.

Alternativas

Para Ban Ki-moon, a crise financeira e medidas de austeridade fiscal estão levando a casos de xenofobia e discriminação de migrantes. Segundo Ban, muitos setores da economia dependem do trabalho dos migrantes, que em alguns casos, quando se tornam empresários, ajudam a criar empregos.

O Secretário-Geral pediu aos países membros da ONU que ajudem a fazer dos direitos humanos o pilar das políticas migratórias. Ele disse ainda que os governos devem criar alternativas para centros de detenção de migrantes.

Ban encerrou a mensagem pedindo aos países que ratifiquem e implementem todas as medidas possíveis sobre o tema.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud