Uso de telemóveis cresce em mais de metade em três anos na África Subsaariana

10 dezembro 2012

UIT indica haver espaço para crescimento nos países em desenvolvimento, onde cerca de seis em cada dez pessoas com menos de 25 anos tem dois aparelhos.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque.   

O acesso a telemóveis na África Subsaariana ultrapassou a metade em comparação a 1% da telefonia fixa entre 2008 e 2011, refere a União Internacional das Telecomunicações, UIT.

Um relatório da agência, lançado esta segunda-feira, indica haver espaço para crescimento nos países em desenvolvimento, onde 66% das pessoas com menos de 25 anos não têm acesso à internet.

Tecnologia

O documento sobre acesso à tecnologia celular indica que esta disparou nos últimos anos, defendendo ainda que a tecnologia chega a 200% em 7 países. Cada homem, mulher ou criança, têm acesso a, pelo menos, 2 aparelhos celulares.

A China salienta-se ao superar a barreira de 1 mil milhão de assinaturas de telemóveis e é seguida pela Índia.

Ásia e Pacífico

Segundo a UIT, existem mais de 6 bilhões de telefones celulares no mundo, mais de 50% estão na região Ásia e Pacífico.

A organização afirma que se a tendência de alta continuar, em 2014,  haverá mais celulares do que pessoas no planeta.

Cerca de 2,3 mil milhões de pessoas têm acesso à Internet no mundo. 127 dos 144 países em desenvolvimento estão online. Por outro lado, a receita gerada pelo setor tecnológico chega a US$ 1,5 mil biliões, o equivalente a R$ 3 mil biliões, por ano, 2,4% do PIB mundial.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud