FAO afirma que preço dos alimentos em novembro caiu 1,5%
BR

6 dezembro 2012
 De acordo com a agência, índice caiu três pontos; exportação de açúcar do Brasil contribuiu para a queda no preço do produto.
Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*
Os preços dos alimentos registraram queda de 1,5% em novembro, afirmou nesta quinta-feira a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO.
O índice de preço dos alimentos da agência caiu três pontos no mês passado, alcançando a maior baixa desde junho. Os laticínios foram os únicos produtos que tiveram pequeno aumento, de 0,5%. Mas o preço de todos os outros grupos de alimentos caiu, principalmente o do açúcar, que registrou baixa de 4,8%.
Brasil 
Segundo a FAO, o declínio no valor do açúcar reflete a projeção para grandes exportações de açúcar em 2012/2013, com destaque para o desempenho do Brasil, o maior exportador mundial do produto.
As oleaginosas e os cereais vêm a seguir nos preços em queda durante o período. A baixa nos cereais está ligada à previsão de restrição das exportações da Ucrânia, assim como a preocupação com os estoques na América Latina.
Houve também diminuição nos índices de preços das carnes de aves, bovinas e suínas, enquanto o índice da carne de ovelha permaneceu inalterado. A FAO indica que as margens de lucro do setor de carnes foram pressionadas pelo aumento de preços da alimentação do gado.
*Apresentação: Leda Letra.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud