OMS quer prevenir contaminação por chumbo em crianças
BR

5 dezembro 2012

Organização Mundial da Saúde diz que para reduzir nível de envenenamento países devem mapear áreas de risco; somente contaminação com tinta afeta 16 milhões de pessoas, diz ONG. 

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Um estudo da OMS quer evitar ou reduzir os casos de contaminação por chumbo em crianças.

Para a Organização Mundial da Saúde, os países, principalmente aqueles com forte indústria de mineração, devem mapear as áreas de risco e manter os jovens afastados dessas regiões.

Inteligência

Segundo o autor do estudo, Alexander Van Geen, da Universidade Columbia, em Nova York, a exposição infantil ao chumbo resulta em baixo nível de inteligência e problemas de comportamento.

Para Van Geen, a melhor forma de se atacar o problema é evitar que as crianças possam ingerir solo contaminado, prática muito comum em regiões da América Latina, da África e da Ásia. Ainda segundo o estudo, um dos casos mais graves é o Peru, onde há muitas ocorrências de contaminação com chumbo.

Combate

A agência da ONU informou que a exposição ao metal está diminuindo no mundo graças ao fim do uso de chumbo na gasolina, nas tintas para pintura de casas e ao controle das emissões do material na indústria.

A OMS e o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, criaram a Aliança Global para eliminar a tinta com chumbo.

Segundo a ONG Blacksmith Institute, a poluição causada por chumbo nas tintas coloca em risco, aproximadamente, 16 milhões de pessoas no mundo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud