Em Viena, Ban Ki-moon aborda conflitos e questão energética

26 novembro 2012

Com líderes austríacos, Secretário-Geral destaca contribuição do país com tropas para a Força de Observação da ONU nos montes Golan; processo de paz no Médio Oriente referido em contactos com presidente e ministro dos Negócios Estrangeiros do país.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral manteve, esta segunda-feira, encontros com o presidente da Áustria, Heinz Fischer, e o ministro dos Negócios Estrangeiros, Michael Spindelegger, na capital do país, Viena.

Uma nota do seu porta-voz refere que Ban agradeceu a contribuição do país com o “maior número de tropas para a Força de Observação da ONU para a desocupação dos montes Golan.” A missão foi implantada na região situada entre a Síria e Israel, em 1974, e o seu mandato vigora até Dezembro deste ano.

Síria

O Secretário-Geral destacou o compromisso da Áustria com a missão em continuar na região,  apesar do que apontou como“circunstâncias difíceis”.

Os últimos desenvolvimentos na Síria foram também discutidos nos encontros, ocorridos num momento em que agências noticiosas apontam a intensificação de combates em torno da capital do país, Damasco.

Médio Oriente

Com o presidente austríaco, Ban Ki-moon  falou do processo de paz no Médio Oriente tendo-se referido ao recém-acordado cessar-fogo entre Israel e o grupo islâmico Hamas, que controla a Faixa de Gaza.

As situações no Sahel, no Mali, na República Democrática do Congo foram igualmente abordadas nas reuniões que tiveram no centro da agenda o Egito, o desarmamento e a não proliferação nuclear além da questão da energia sustentável.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud