UE e América Latina assinam acordo que põe fim a disputas por bananas
BR

8 novembro 2012

União Europeia e 10 países latinos, incluindo o Brasil, assinaram documento considerado “histórico” pela OMC; foram 20 anos de divergências sobre importação da fruta.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

A União Europeia e 10 países da América Latina, incluindo o Brasil, assinaram um acordo que põe fim a 20 anos de disputas por bananas entre as duas regiões.

Para o diretor da Organização Mundial do Comércio, OMC, o momento é “histórico”. Pascal Lamy afirmou que “finalmente, essas disputas complicadas e controversas podem ser esquecidas.”

 Tarifas de Importação

A OMC destaca que o acordo assinado, nesta quinta-feira, encerra uma série de debates na história do sistema de comércio multilateral.

A União Europeia se comprometeu a subsitituir um regime de importação de bananas que era considerado ilegal pela OMC.

Com o acordo, as tarifas para o comércio da fruta devem ser reduzidas, todos os anos, até 2017. Para 2013, a tarifa máxima imposta deverá ser de € 132 por tonelada.

Além do Brasil, Venezuela, México, Colômbia e Panamá estão entre os países que aceitaram a proposta.

As disputas começaram em 1991, quando a Costa Rica expressou preocupação de que as políticas para exportar banana para a Europa poderiam prejudicar as nações latino-americanas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud