Setor privado aumentou em 5% o financiamento para combater Aids
BR

8 novembro 2012

Segundo Unaids, doações de entidades europeias e americanas, em 2011, totalizaram US$ 644 milhões no ano passado; mas seria necessária maior resposta para a prevenção ao HIV.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 O financiamento privado para a Aids, por parte de doadores filantrópicos dos Estados Unidos e da Europa, aumentou 5% no ano passado, na comparação com 2010. A informação é do Programa Conjunto da ONU sobre HIV/Aids, Unaids.

As doações totalizaram US$ 644 milhões, ou quase R$ 1,3 bilhão, sendo o principal aumento por parte da Fundação Bill & Melinda Gates e de entidades europeias.

Resposta

Mas segundo o Unaids, a maioria das empresas americanas diminuiu o financiamento para o combate à doença. Foram avaliadas 40 iniciativas da Europa e dos Estados Unidos.

O vice-diretor executivo do programa da ONU lembrou que está é “uma era onde é vital compartilhar a responsabilidade para a resposta ao HIV”.

Metas

Paul De Lay ressaltou que existe uma lacuna de US$ 7 bilhões entre os recursos já disponíveis e o que é preciso para atingir as metas de combate e tratamento até 2015.

O Unaids ressalta ainda que se o financiamento aumentar nos próximos três anos, será possível evitar mais de 4 milhões de novas infecções e quase 2 milhões de mortes relacionadas ao HIV.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud