Ban envia mensagem de condolências a milhões afetados pelo Sandy
BR

2 novembro 2012

Em nota, emitida pelo porta-voz, Secretário-Geral contou ter escrito aos presidentes dos EUA, do Haiti e da República Dominicana; o Escritório de Assistência Humanitária da ONU se mobilizou para oferecer assistência.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.   

O Secretário-Geral da ONU enviou uma nota de condolências aos vários milhões de pessoas afetadas pelo furacão Sandy. Ban Ki-moon ressaltou ainda as famílias enlutadas pelo desastre. De acordo com agências de notícias, pelo menos 70 pessoas morreram no Caribe.

Já nos Estados Unidos, o número de vítimas aumentou para 80 com a descoberta de mais corpos nas áreas atingidas.

Programa Mundial de Alimentos

Ban escreveu uma carta ao presidente americano Barack Obama, ao prefeito de Nova York, Michael Bloomberg e aos presidentes da República Dominicana e do Haiti.  Ele afirmou que ainda deve falar com outros líderes caribenhos e com os governadores de Nova Jersey e de Nova York.

Na nota, Ban informou que o Escritório de Assistência Humanitária da ONU, Ocha, está mobilizado para ajudar as vítimas, caso necessário.

Nesta quinta-feira, a chefe de gabinete de Ban Ki-moon, Susana Malcorra, falou a jornalistas sobre os efeitos do furacão Sandy no Haiti.

Malcorra contou que o Haiti não está sofrendo somente os efeitos do furacão Sandy, mas também do furacão Isaque que atravessou a ilha há alguns meses. A chefe do gabinete disse que o Programa Mundial de Alimentos, PMA, está ajudando a ilha com o fornecimento de comida e que outras agências da ONU estão levando purificadores de água para evitar a contaminação.

Cuba

Ainda sobre os efeitos do Sandy no Caribe, nesta sexta-feira, o Ocha informou que 500 mil pessoas foram afetadas pelo furacão em Santiago de Cuba, a segunda maior cidade do país. Mais de 190 mil cubanos estão sem eletricidade.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud