FAO diz que governos fazem prevenção de gado em risco de extinção

24 outubro 2012

Representantes de uma centena de países estão a avaliar a implementação do Plano, aprovado em 2007, para melhorar a gestão da biodiversidade dos animais de consumo humano.

Manuel Matola, da Rádio ONU em Maputo.

A Organização da ONU para Agricultura e Alimentação, FAO, considera que os governos em todo o mundo estão a colocar em prática programas para reverter o alarmante declínio no número de raças autóctones de gado.

Relatórios de 80 países sobre os progressos realizados na implementação do Plano Global de Ação de Recursos para Genética Animal foram apresentados numa conferência internacional.

Consumo

Representantes de uma centena de países estão a avaliar a implementação do Plano, aprovado em 2007, para melhorar a gestão da biodiversidade dos animais de consumo humano.

A chefe da subdivisão da FAO para a área de recursos para a genética animal, Irene Hoffmann, disse que, em média, os países que apresentaram os relatórios demonstraram que começaram a implementar cerca de metade das ações acordadas no âmbito do Plano de Ação Global.

Hoffmann considera que os países estão a respeitar os esquemas de conservação, desenvolvimento de políticas e estabelecimento de quadros legais que abordam a biodiversidade animal.

Recomendações

A FAO considera que o progresso tem sido mais acentuado nos países desenvolvidos, sendo que muitas nações na África, no Oriente Médio e na América Latina e no Caribe ainda estão atrasados no respeito às recomendações.

A especialista disse haver cerca de 45 países que se preparam, ou já têm prontas as estratégias nacionais e planos de ação para os seus recursos de genética animal, e que cerca de metade desses países estão a desenvolver a iniciativa.

De acordo com as recentes avaliações, cerca de 22% de animais para o consumo humano são considerados em extinção, apesar desta espécie ser ignorada em relatórios que abordam a problemática de animais em risco.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud