Unesco apoia reforma curricular de universidades na África Ocidental

24 outubro 2012

Agência apresenta "Guia de especificações técnicas" de infraestrutura do projeto de Tecnologia de Informação e Comunicação.

Manuel Matola, da Rádio ONU em Maputo.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, anunciou o apoio à reforma curricular em instituições de ensino superior de oito países da África Ocidental.

No âmbito da iniciativa, a agência realizou este mês um seminário sobre técnicas específicas de infraestrutura do projeto de Tecnologia de Informação e Comunicação em Ouagadougou, no Burkina-Fasso.

Pesquisa e Consultoria

Durante o encontro, foi apresentado o "Guia de especificações técnicas", um documento elaborado por uma empresa de pesquisa e consultoria em colaboração com a Unesco.

O documento define os requisitos básicos  que os futuros parceiros e prestadores de serviços vão fornecer na implementação de três componentes do programa, especialmente o de desenvolvimento de infraestruturas físicas e virtuais das Tecnologias de Informação e Comunicação.

Um acordo assinado no ano passado entre a Unesco e a União Económica e Monetária do Oeste Africano, Uemoa, prevê remodelações dos curricula de universidades de oito países do bloco regional da África Ocidental.

Desafios

A comissária da  Uemoa, Seydou Sissouma, destacou a importância da iniciativa para a região, lembrando os desafios que o ensino superior em África enfrenta.

Por seu turno, o diretor do Escritório da Unesco em Bamako, Juma Shabani, assinalou a “frutuosa colaboração” entre os parceiros, afirmando que "todos estão muito entusiasmados com esse projeto”. O responsável manifestou o desejo de obter bons resultados para o enriquecimento do ensino superior na região.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud