OIM ajuda a repatriar dois nepaleses vítimas de tráfico humano
BR

23 outubro 2012

Homens também passaram pelo Brasil antes de chegar à ilha caribenha e descobrir que haviam sido enganados com promessas de emprego nos Estados Unidos.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Internacional para Migrações, OIM, informou ter ajudado dois nepaleses a voltar à casa após serem vítimas de um suposto golpe de traficantes de seres humanos.

Segundo a OIM, os dois homens teriam recebido promessa de emprego nos Estados Unidos, mas nunca conseguiram chegar ao país norte-americano.

Brasil

A agência contou que os dois passaram por Cingapura, China, Brasil, Panamá e finalmente Haiti.  Ao entrarem na ilha caribenha, eles foram levados para uma casa na cidade de Cap Haitien.

Os dois homens de 30 anos, levaram 11 meses sendo transferidos de país em país até chegar ao Haiti.

Eles teriam pagado aos traficantes de seres humanos uma taxa para conseguir o emprego, de forma legal, nos Estados Unidos.

As vítimas contaram à OIM que se tornaram prisioneiros na casa que os hospedava e que quase não tinham acesso à comida, e que a água que bebiam não era potável.

Polícia

Ainda de acordo com os relatos, eles tiveram os passaportes confiscados, sofreram ameaças e foram extorquidos.

Mas a família permitia que eles ligassem para casa, no Nepal, para pedir mais dinheiro.

Os dois disseram que aproveitaram o fato de os sequestradores não saberem nepali para informar às famílias que estavam sendo mantidos reféns.

Os familiares informaram à polícia, que entrou em contato com os militares nepaleses da Missão da ONU, no Haiti, Minustah.

A operação de resgate foi feita logo depois com a ajuda da polícia do Nepal e dos boinas azuis da ONU.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud