Ban Ki-moon felicita Sudão e Sudão do Sul por empenho na paz

18 outubro 2012

Os Parlamentos dos dois países ratificaram acordos que permitem a continuação dos contactos para a definição das fronteiras e outras questões que põem em risco os avanços alcançados desde a independência do Sudão do Sul.

João Rosário, da Rádio ONU em Lisboa.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, congratulou os Parlamentos do Sudão e do Sudão do Sul pela ratificação dos acordos de cooperação. Os documentos foram assinados em Setembro pelos presidentes dois países africanos, Salva Kiir e Omar al-Bashir, respectivamente.

Em nota, Ban Ki-moon apelou aos dois países que se empenham agora na implementação de todos os acordos e que procedam, de imediato, com a operacionalização do Mecanismo Conjunto de Verificação e Monotorização das Fronteiras.

Ameaças

O Sudão do Sul tornou-se independente do Sudão em Julho de 2011, seis anos depois de ter assinado o acordo de paz que terminou com décadas de guerra entre o norte e o sul.

Mas a paz entre os dois Estados ficou ameaçada nos últimos meses devido a confrontos na fronteira comum e por questões pendentes que resultaram da independência.

Os acordos de cooperação entre os dois países foram alcançados em Adis Abeba, capital da Etiópia, com a mediação do Painel de alto Nível da União Africana.

Os contactos foram concebidos para permitir às duas nações cumprirem as suas obrigações no quadro de um roteiro destinado a atenuar quaisquer tensões e facilitando o retorno às negociações pós-cessação e de normalização nas relações entre os dois países.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud