Prêmio Sérgio Vieira de Mello vai marcar 10 anos de ataque em Bagdá
BR

18 outubro 2012

Inscrições de iniciativas sobre reconciliação de pessoas em zonas de conflito podem ser feitas até 31 de dezembro; brasileiro, e outras 21 pessoas, morreram, após explosão de carro-bomba contra escritório da ONU na capital iraquiana.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 Até 31 de dezembro, indivíduos ou organizações podem inscrever iniciativas sobre reconciliação em zonas de conflito no Prêmio Sérgio Vieira de Mello 2013.

A premiação, criada pela família do brasileiro, busca eternizar o trabalho dele e seu compromisso com um mundo melhor.

Edição Especial

Sérgio Vieira de Mello morreu em 2003, quando um carro-bomba explodiu contra o prédio das Nações Unidas em Bagdá, no Iraque. Outros 21 funcionários da ONU perderam a vida no ataque terrorista.

Segundo a Fundação Sérgio Vieira de Mello, esta edição do prêmio “será mais especial”, porque vai marcar os 10 anos do aniversário de morte de Vieira de Mello.

Ele teve uma carreira focada na conquista da paz em várias regiões do mundo, como Kosovo, Timor-Leste e Bósnia.

Seleção

Podem ser indicados projetos que uniram dois lados em conflito ou que serviram de exemplo para serem aplicados em outros locais. A seleção será feita por um júri independente e o vencedor, anunciado no começo do ano que vem.

Quem ganhar o prêmio será convidado a ir para Genebra e vai receber ainda uma quantia em dinheiro. Mais detalhes podem ser encontrados no site da Fundação Sérgio Vieira de Mello.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud