Comércio de países menos desenvolvidos cresceu mais de 23% em 2011
BR

12 outubro 2012

Informação consta de relatório da Organização Mundial do Comércio sobre o tema; montante chega a cerca de US$ 230 bilhões. 

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Subcomissão dos Países Menos Desenvolvidos do Mundo, (LDC, na sigla em inglês), elogiou os dados de um relatório da ONU que aponta crescimento de 23,9% nas economias da região.

A estatística foi divulgada pela Organização Mundial do Comércio, OMC, nesta semana.

Muita Coisa

Segundo o estudo, o montante arrecadado com o crescimento das economias menos desenvolvidas foi de US$ 229,8 bilhões, o equivalente a cerca de R$ 460 bilhões.

Dos oito países de língua portuguesa, somente Brasil, Portugal e Cabo Verde se encontram fora do grupo dos menos desenvolvidos.

A subcomissão da ONU afirmou que no Haiti, ainda há muita coisa a ser feita.

Dentre as mercadorias que mais ajudaram no crescimento do comércio estão combustíveis e minérios, assim como produtos agrícolas, que registraram uma alta de preço este ano. A parcela nas exportações mundiais dos países do grupo pulou de 1,9% para 1,12%.

Já as exportações para os países desenvolvidos expadiram mais de sete vezes, representando mais da metade do volume mundial em 2011.

Dos países lusófonos continuam no Grupo do Menos Desenvolvidos: Angola, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Em meados deste ano, Angola iniciou gestões para deixar o grupo, mas ainda sem data definida.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud