Banco Mundial prevê aumento de 6% na exploração petrolífera em África

9 outubro 2012

Novo fundo do órgão deve apoiar países do continente na negociação de contratos sobre recursos naturais com empresas internacionais.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Banco Mundial prevê que num futuro previsível a produção petrolífera em África atinja a média anual de 6%.

A instituição fez o anúncio de um novo fundo para ajudar os países africanos a beneficiarem da negociação dos seus contratos de recursos naturais com empresas internacionais.

Descobertas

O órgão justifica a iniciativa com o fato de terem sido feitas “novas descobertas de petróleo, de gás e de outros minerais”, que devem geram uma onda de riqueza significativa nos países.

O continente detém 15% das reservas mundiais de petróleo, 40% de ouro e cerca de 80% de metais de platina. Pelo facto, recursos naturais são tidos como “oportunidade importante de desenvolvimento para o continente.”

Apesar do Banco Mundial reconhecer a “capacidade transformacional dos recursos naturais”, indica a necessidade de os países negociarem com vista a obter as melhores ofertas possíveis. Segundo defende, a intenção do fundo é ajudar a “converter a riqueza de recursos naturais em crescimento inclusivo e sustentável.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud