Banco Mundial prevê aumento de 6% na exploração petrolífera em África

Banco Mundial prevê aumento de 6% na exploração petrolífera em África

Novo fundo do órgão deve apoiar países do continente na negociação de contratos sobre recursos naturais com empresas internacionais.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Banco Mundial prevê que num futuro previsível a produção petrolífera em África atinja a média anual de 6%.

A instituição fez o anúncio de um novo fundo para ajudar os países africanos a beneficiarem da negociação dos seus contratos de recursos naturais com empresas internacionais.

Descobertas

O órgão justifica a iniciativa com o fato de terem sido feitas “novas descobertas de petróleo, de gás e de outros minerais”, que devem geram uma onda de riqueza significativa nos países.

O continente detém 15% das reservas mundiais de petróleo, 40% de ouro e cerca de 80% de metais de platina. Pelo facto, recursos naturais são tidos como “oportunidade importante de desenvolvimento para o continente.”

Apesar do Banco Mundial reconhecer a “capacidade transformacional dos recursos naturais”, indica a necessidade de os países negociarem com vista a obter as melhores ofertas possíveis. Segundo defende, a intenção do fundo é ajudar a “converter a riqueza de recursos naturais em crescimento inclusivo e sustentável.