RD Congo aumenta patrulhas para combater violência no Kivu Norte

5 outubro 2012

Informação foi dada pelo porta-voz de Ban Ki-moon; segundo Martin Nesirky, medidas fazem parte de plano de segurança executado pelas autoridades congolesas e pela Missão da ONU no país africano, Monusco.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

As Nações Unidas informaram que a República Democrática do Congo está a reforçar a segurança em Goma, capital da província do Kivu Norte.

De acordo com o porta-voz de Ban Ki-moon, a operação inclui o aumento de patrulhas policiais diurnas e noturnas na região.

Civis

A Missão da ONU na República Democrática do Congo, Monusco, informou que está preocupada com as mortes de civis, e por isso tem monitorado o aumento da violência na cidade.

As novas medidas fazem parte de um plano detalhado, idealizado pela Equipa de Segurança da Província, pelas Forças Armadas Congolesas, a Polícia Nacional e pela Monusco.

Estradas e Ruas

Além do aumento de policiais nas ruas, haverá também mais postos de controlo nas principais ruas e estradas de Goma.

Uma outra medida é a criação de um centro de crises, onde são catalogados atos de hostilidade e outros incidentes.

A violência na RD Congo já levou 200 mil pessoas a deixarem as suas casas. Os combates envolvem milícias, tropas do governo e rebeldes do M 23, um grupo formado por dissidentes do exército congolês.

*Apresentação: Eleutério Guevane.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud