Passar para o conteúdo principal

Português como língua de negócios beneficia comunidade internacional BR

Português como língua de negócios beneficia comunidade internacional

Afirmação foi feita pelo embaixador de Portugal, José Filipe Moraes Cabral, no encerramento dos debates da Assembleia Geral, nesta segunda-feira. 

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Portugal afirmou à Assembleia Geral da ONU que continuará trabalhando para tornar o português língua oficial das Nações Unidas. Para o país europeu, a língua é também um veículo para cultura, comércio e cooperação globais.

A declaração foi feita durante o discurso de Portugal nos debates anuais da casa, pelo embaixador José Filipe Moraes Cabral.

Prioridades

Atualmente, a ONU tem seis línguas oficiais: árabe, chinês, espanhol, francês, inglês e russo. Para o embaixador Moraes Cabral, uma das prioridades da política externa portuguesa é a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp. Ele comentou ainda a situação de um dos membros do bloco, o Timor-Leste.

De acordo com o embaixador, a nova fase do Timor, o país do sudeste da Ásia, abre também oportunidades para cooperação com toda a comunidade internacional.

Ao discursar nos debates da Assembleia Geral, na semana passada, o primeiro-ministro timorense, Xanana Gusmão, afirmou que seu país está inaugurando um novo momento com a saída das forças de paz da ONU do Timor.

Portugal foi o último país lusófono a discursar na Assembleia Geral. Os debates são abertos todos os anos com um discurso do Brasil.