Quatro palestinos morrem em bombardeio na Síria
BR

1 outubro 2012

Entre as vítimas estavam dois irmãos de 3 e 9 anos de idade, que brincavam na rua; Nações Unidas lamentaram mortes e apelaram aos envolvidos no conflito evitem confrontos em áreas civis. 

Daniela Kresch, da Rádio ONU, em Tel Aviv. 

O conflito civil na Síria fez mais quatro vítimas fatais entre os palestinos que vivem no país.

Na última sexta-feira, 28 de setembro, quatro refugiados foram mortos e cinco ficaram feridos, sendo três gravemente, no acampamento de refugiados de Neirab, próximo ao aeroporto de Aleppo, no norte da Síria.

Bombardeio

As mortes aconteceram em meio ao bombardeio da rua principal do local, que abriga 22 mil refugiados palestinos.

Duas vítimas eram os irmãos, de três e nova anos de idade, que estavam brincando na rua no momento da explosão.

Desde junho, Aleppo e arredores são afetados gravemente pelos combates. No campo de Neirab, a situação é crítica. Há interrupções em serviços essenciais, como eletricidade e combustível, e feridos não recebem assistência médica.

Perda Trágica

A única clínica médica que atende aos necessidados é da Agência das Nações Unidas de Assistência a Refugiados Palestinos, Unrwa.

A agência renovou o apelo para que autoridades sírias protejam os refugiados palestinos e outros civis afetados pelo conflito armado.

Em comunicado, a Unrwa lamentou a perda trágica de vidas humanas, que poderia ter sido evitada.

Na nota, a Unrwa ainda reitera que todos os lados envolvidos no conflito precisam evitar confrontos em áreas civis, como manda a lei internacional.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud