Ban apela à Síria a demonstrar compaixão pelo próprio povo
BR

1 outubro 2012

Em encontro com ministro das Relações Exteriores da Síria, Secretário-Geral fala em grande frustração com o aumento da violência.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, apelou ao governo da Síria a “demonstrar compaixão com seu povo”. O pedido foi feito durante encontro com o ministro das Relações Exteriores do país, Walid Al-Moualem.

O representante está em Nova York, onde participa dos debates de alto nível da Assembleia Geral. Na reunião, Ban ressaltou a “destruição massiva, os abusos de direitos humanos e os ataques aéreos e de artilharia cometidos pelo governo”.

Crise Humanitária

O chefe da ONU expressou ao ministro Walid Al-Moualem sua “profunda frustração com a piora da situação na Síria”, 19 meses após repressões e luta entre governo e opositores do regime.

O ministro e o Secretário-Geral falaram ainda sobre o aumento da crise humanitária no país, que estaria se espalhando para os países vizinhos.

Durante o seu discurso na Assembleia Geral, nesta segunda-feira, Walid Al-Moualem, afirmou que há mais de um ano, a Síria tem sido vítima de “terrorismo organizado”.

O ministro das Relações Exteriores disse  ainda que “na busca por defender a integridade do país e dos cidadãos”, a Síria perdeu milhares de civis e de militares.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud