Relator recomenda adoção de diretrizes para redução de extrema pobreza
BR

28 setembro 2012

Princípios foram anunciados pelo Conselho de Direitos Humanos para proteger direitos de populações carentes.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A relatora especial das Nações Unidas sobre Pobreza Extrema, Magdalena Sepúlveda, pediu a todos os governos que apoiem uma série de diretrizes para proteção dos mais pobres do mundo.

O apelo foi feito nesta sexta-feira. As normas foram adotadas pelo Conselho de Direitos Humanos da ONU, com sede em Genebra.

Debates e Consultas

A relatora afirmou que os princípios oferecem, pela primeira vez, um padrão global na luta contra a pobreza extrema. O documento foi produzido após uma década de debates e consultas sobre o tema. A ferramenta, voltada para legisladores, é baseada numa abordagem de direitos humanos.

Os princípios também ressaltam direitos específicos que não são usufruídos por pessoas que vivem na pobreza. Margarida Sepúlveda disse que as regras vão ajudar, especialmente, aos que foram mais atingidos pela crise econômica global.

Ela pediu aos países que redobrem seus esforços para combater a pobreza. A relatora quer ainda a ajuda da sociedade civil para disseminar as diretrizes.

Os princípios serão levados agora para a Assembleia Geral da ONU.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud