Aliança quer encorajar governos a adotar sistemas de pagamento eletrónico

24 setembro 2012

Iniciativa visa beneficiar pessoas que vivem na pobreza pelo fato de nove em cada 10 não ter acesso a serviços financeiros; Banco Mundial refere que medida pode ajudar governos a economizar 75% dos custos.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Uma rede de organizações internacionais pretende que governantes, empresários e membros da sociedade civil adotem  o sistema de pagamento eletrónico com vista a apoiar pessoas que vivem na pobreza.

Nesta segunda-feira, líderes participantes dos debates da Assembleia Geral da ONU devem discutir o tema, em Nova Iorque, num evento promovido pela Better Than Cash Alliance, ou Aliança Melhor que o Dinheiro na Mão, em tradução livre.

Serviços

Estima-se que dos 2,6 mil milhões de pessoas que vivem com menos de US$ 2 por dia, nove em cada 10 não tenham acesso a serviços financeiros.

A Aliança acredita que uma mudança estratégica para sistemas de pagamento eletrónico possa ajudar a conter custos e aumentar a transparência, a segurança e o crescimento económico.

Pagamento

Um estudo do Banco Mundial refere governos podem economizar 75% dos custos com o uso de programas de pagamento eletrónico.

Os membros da iniciativa incluem a Fundação Bill e Melinda Gates, o Fundo da ONU para Desenvolvimento de Capital e a agência norte-americana para o Desenvolvimento, Usaid.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud