Em relatório, ONU realça investimento na fábrica de antirretrovirais em Moçambique

20 setembro 2012

Grupo de trabalho que segue os progressos da parceria aponta crise económica como um dos fatores para a queda nas doações governamentais para o cumprimento das metas.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.* 

Um relatório sobre Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, lançado esta quinta-feira, em Nova Iorque, refere-se à aplicação de US$ 23 milhões do Brasil em Moçambique como legado da cooperação Sul-Sul.

O documento “Parceria Global para o Desenvolvimento: Fazendo da Retórica uma Realidade”, foi elaborado por um grupo de trabalho que segue os progressos da parceria, denominado Força-Tarefa das Metas do Milénio.

Compromisso

O informe prevê que sem um aparente compromisso dos governos doadores, menos objetivos sejam atingidos por alguns países até 2015.

A crise económica é citada como um dos fatores para a queda nas doações. A Grécia diminuiu a contribuição em 39%, enquanto Portugal e Alemanha mantiveram o mesmo volume de ajuda.

Desenvolvimento

Falando à Rádio ONU, a Secretária para Políticas de Desenvolvimento das Nações Unidas, Ana Cortez, destacou as recomendações.

“O relatório de 2012 apresenta um diagnóstico bastante desfavorável. Identifica retrocessos significativos em várias áreas e oferece recomendações práticas de como diminuir esse deficit, para o cumprimento dos compromissos assumidos pela parceria internacional ao desenvolvimento.”

Avanços

A ajuda de US$ 133 mil milhões foi, pela primeira vez, a menor em vários anos. As doações governamentais para o cumprimento das metas caíram 3% no ano passado, em comparação com 2010.

As Metas do Milénio são um conjunto de oito objetivos que os países devem cumprir até 2015, na busca pelo fim da pobreza e por avanços em áreas como educação e saúde.

Para o Secretário-Geral da ONU, o documento “retrata um cenário problemático”.  Ban Ki-moon fez um apelo por parcerias globais mais fortes, para que as nações alcancem as metas no prazo indicado.

*Apresentação: Eleutério Guevane.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud