Jolie apela à comunidade internacional para maior apoio aos sírios
BR

11 setembro 2012

Na Jordânia, atriz e enviada especial da ONU relata emoção ao encontrar famílias no momento exato em que elas se tornaram refugiadas; ela agradece aos países que abrem suas fronteiras para os que escapam do conflito.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 A atriz Angelina Jolie agradeceu à Jordânia e a outros países vizinhos da Síria por abrir suas fronteiras aos que escapam do conflito armado. A enviada especial do Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, visitou nesta terça-feira o campo jordaniano de Zaatari.

Durante a madrugada, Jolie esteve na fronteira entre os dois países e ressaltou que as famílias que conheceu poderiam estar mortas se não tivessem a chance de fugir.

Relatos

Angelina Jolie destacou que é muito raro conhecer pessoas no momento exato em que elas cruzam a fronteira e se tornam refugiadas. Ela explicou que os militares da Jordânia recebem os sírios “com palavras de conforto e boas-vindas”.

Segundo a atriz, uma menina síria de nove anos relatou que viu pessoas sendo “queimadas e partes de seus corpos sendo removidas”. A enviada do Acnur declarou estar muito emocionada por estar entre esses refugiados.

Assistência

Angelina Jolie fez um apelo à comunidade internacional, para que seja feito tudo o que for necessário em apoio aos refugiados sírios e ajudá-los até que um dia eles possam voltar para casa.

A atriz destacou que o conflito está se tornando muito difícil, por isso muitos fundos ainda precisam ser doados.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud