Na Guiné-Conacri, Banco Mundial busca prioridades ao desenvolvimento

11 setembro 2012

Vice-presidente para a África do órgão visitou oficialmente o país esta segunda-feira; Makhtar Diop também esteve em África do Sul e Côte d´Ivoire, também conhecida como Costa do Marfim.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O vice-presidente para a África do Banco Mundial realizou esta segunda-feira uma visita oficial à Guiné-Conacri. Makhtar Diop encontrou-se com o presidente do país, Alpha Condé e o primeiro-ministro Mohamed Said Fofana.

A viagem do representante do órgão teve em vista encontrar respostas sobre uma melhor intervenção do Banco Mundial na assistência ao país, para que   alcance as suas prioridades ao desenvolvimento.

Dívida

Nas discussões, Makhtar Diop teve como foco a Iniciativa para os Países Pobres Altamente Endividados, um plano para o perdão da dívida levado a cabo pela instituição.

O desenvolvimento do setor mineiro do país, área prioritária do governo, e a diversificação da economia nacional também estiveram em análise. O vice-chefe do órgão para a África reuniu-se ainda com ministros guineenses e parceiros, bem como representantes do sector privado.

Projetos

A visita à Guiné-Conacri encerra a viagem de uma semana ao continente africano, juntamente com o presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim. A Cote d´Ivoire, conhecida como Costa do Marfim, e a África do Sul foram os países antes visitados pelo grupo.

Atualmente, o Banco Mundial financia 14 projetos de desenvolvimento na Guiné-Conacri, no valor aproximado de US$ 291 milhões.

*Apresentação: Eleutério Guevane.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud