Unicef aumenta ajuda de saúde e nutrição para crianças na Síria
BR

7 setembro 2012

Agências da ONU e parceiros realizam campanhas de vacinação como parte da resposta regional a mais de 1 milhão de menores afetados pela crise no país; trabalhos ocorrem também em campo de refugiados na Jordânia.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.  

 Agências das Nações Unidas e parceiros estão realizando exames de nutrição e campanhas de vacinação como parte da resposta regional ao conflito na Síria.

Os trabalhos buscam atender as necessidades de saúde de 1,3 milhão de crianças afetadas pela crise.

Sarampo

Segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância, por toda a Síria há serviços de saúde interrompidos e muitos menores e suas famílias estão sem acesso à imunização e outros cuidados básicos.

O Unicef destaca o lançamento de uma campanha em larga escala de vacinação contra a pólio e o sarampo, para 100 mil crianças sírias que estão no campo de refugiados de Za’atari, na Jordânia.

A iniciativa também tem o apoio da Organização Mundial da Saúde, OMS, e do governo da Jordânia. No acampamento, os profissionais também checam o estado nutricional dos menores.

Aumento da Violência

A vacinação ocorre também no Líbano e no Iraque, onde estão ao todo mais de 50 mil refugiados da Síria.

Segundo a ONU, mais de 18 mil pessoas, a maioria civis, morreram desde o início dos confrontos entre a oposição e o governo de Bashar al-Assad.

Entre relatos do aumento da violência nas últimas semanas em várias cidades sírias, as agências estimam que mais de 2,5 milhões de pessoas precisam urgente de ajuda humanitária.

O Unicef está também fazendo um apelo para a comunidade internacional, para que aumente o financiamento de apoio aos programas de água, educação, saneamento e saúde para milhares de sírios.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud