Ban fala de expetativas sobre papel internacional do Irão

29 agosto 2012

Após chegar ao país, Secretário-Geral posição ressalta importância do país como moderador e líder construtivo da comunidade internacional perante os desafios atuais.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O  Secretário-Geral da ONU realçou a importância do papel do Irão na região, particularmente na solução da crise síria. O país assume a liderança do Movimento dos Não-Alinhados, que se reúne na sua 16ª sessão em Teerão.

Falando a jornalistas esta quarta-feira, após a sua chegada ao país, Ban Ki-moon considerou que a presidência iraniana do grupo dos Não-Alinhados  é importante para a comunidade internacional perante os desafios atuais.

Liderança

Ban disse que vai abordar a liderança iraniana do grupo internacional de forma construtiva e útil com o líder supremo Ayatollah Ali Khamenei, o presidente Mahmoud Ahmadinejad e outros líderes iranianos.

Na véspera da sua partida de Nova Iorque, o porta-voz de Ban destacou que na deslocação serão destacas questões que incluem o terrorismo, os direitos humanos, a crise na Síria e o programa nuclear iraniano.

Preocupação

O Irão tem sido alvo da preocupação internacional desde a descoberta, em 2003, de que o país desenvolvia atividades nucleares por 18 anos, violando as obrigações do Tratado de Não-Proliferação

Teerão defende que o programa destina-se a fins pacíficos, nomeadamente para o fornecimento de energia. A posição é contrariada por vários países que defendem que a intenção seria o desenvolvimento de armas nucleares.

Em Junho, o Irão e o grupo E3 +3 – formado pelo Reino Unido, Estados Unidos, China, França, Alemanha e Rússia – não chegaram a acordo sobre medidas concretas em torno do programa nuclear iraniano durante uma reunião em  Moscovo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud