Perspectiva Global Reportagens Humanas

Manual tenta desmistificar papel de morcegos em equilíbrio ambiental BR

Manual tenta desmistificar papel de morcegos em equilíbrio ambiental

Número de doenças transmissíveis por mamíferos aparentam estar em crescimento; especialista da FAO e coautor da publicação diz que morcegos são “verdadeiros aliados naturais do meio ambiente.”

Camilo Malheiros Freire, da Rádio ONU em Nova York.*

Um manual publicado pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação, FAO, quer desmistificar o papel ambiental do único mamífero alado, o morcego.

O guia, “Investigando os morcegos: equilíbrio ecológico, conservação e saúde pública”, em tradução livre, quer minimizar os riscos do animal na transmissão de doenças, e proteger sua importante função para a agricultura e o meio ambiente.

Habitats Invadidos

A publicação é particularmente relevante, segundo a FAO, visto que o número de doenças transmissíveis por morcegos aparenta estar em crescimento.

A expansão da agricultura e o uso dos recursos naturais estão invadindo habitats anteriormente ocupados por morcegos, que ficam assim mais expostos a outras espécies animais, como o gado e os seres humanos.

Segundo o livreto, entender as mudanças que afetam essas populações é crucial para que se possa diminuir assim a transmissão de doenças.

Aliados Naturais

O especialista da FAO e coautor do manual, Scott Newman, afirmou que os morcegos são “verdadeiros aliados naturais do meio ambiente.” Segundo ele, o animal pode “polinizar plantas, espalhar sementes, e algumas espécies são capazes de devorar 25% de seu peso em insetos.”

Newman afirmou que os benefícios são muito mais importantes do que os riscos de propagação de doenças.

A FAO explicou que o manual utiliza uma perspectiva multidisciplinar, para melhor entender, e monitorar, as diferentes espécies e seus habitats. O objetivo: a proteção da saúde de todos. 

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.